Entregas da vereadora Marcela Trópia para a educação de Belo Horizonte

Marcela Trópia sorrindo para a câmera sentada na cadeira da presidência com blusa de renda branca

Desde antes da pandemia, a qualidade do ensino em Belo Horizonte já estava em queda. Em 2019, um ano antes da Covid-19, o resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) foi desastroso. Caímos de 6,3 para 6 nos anos iniciais do ensino fundamental e de 4,9 para 4,7 nos anos finais. 

Com a pandemia e o fechamento das escolas por mais de 400 dias, recuperar a nossa educação ficou ainda mais urgente. 

Como presidente da Comissão de Educação, a vereadora Marcela Trópia tem sido a líder na defesa de pautas importantes para a educação na cidade. Desde 2021, seu primeiro ano de mandato, lutou pela volta às aulas, o combate à evasão e a implementação do reforço escolar.

Este artigo mostra tudo o que a vereadora Marcela Trópia realizou pela educação de Belo Horizonte em quase 2 anos e meio de mandato. Confira. 

 

Conquista da reabertura das escolas de BH

A volta do ensino presencial em Belo Horizonte foi deixada em segundo plano pelo ex-Prefeito Alexandre Kalil. Durante a flexibilização da abertura da cidade, até a liberação de público no Mineirão foi priorizada em relação à volta da reabertura das escolas, fato que foi denunciado pela vereadora Marcela Trópia. 

Trópia defendeu a reabertura segura das escolas, respeitando as medidas de restrição da Covid-19. Essa abordagem seguiu as recomendações da Unesco e da Unicef que foram deliberadamente desconsideradas pela Prefeitura na época.

Além disso, a vereadora realizou 5 audiências públicas, cobrou os critérios que a Prefeitura utilizou para fechar as escolas e apresentou ao TJ-MG uma ação popular para suspender o decreto que adiou o retorno presencial. Também foi relatora do Projeto de Lei Educação Essencial, para proteger a formação dos jovens de suspensões arbitrárias no futuro.

 

Defasagens no ensino subestimadas 

Com a volta às aulas presenciais e o fim da pandemia, Marcela Trópia passou a intensificar a cobrança para que a Prefeitura levasse a sério os problemas das defasagens no ensino. 

Trópia cobrou a implantação de reforço escolar, essencial para recuperar o tempo perdido do aprendizado dos jovens. Além disso, a vereadora Marcela também combateu a evasão e o abandono escolar, intensificados na Pandemia. 

Trópia realizou uma audiência pública sobre os problemas com vários especialistas e indicou a criação do Cadastro de Permanência do Aluno, para que a Secretaria de Educação pudesse identificar os alunos com risco de evasão.

A entrega mais importante de combate ao abandono e à evasão escolar foi o Projeto de Lei Escola Feliz, aprovado e sancionado pela Prefeitura, com o propósito de consolidar uma política pública contra o abandono e à evasão, tornando a escola um ambiente mais atrativo para recuperar os estudantes que saíram.

 

Mutirão oftalmológico

Antes da pandemia, dados do Ministério da Educação mostravam que 22,9% da evasão escolar era causada por problemas de visão nas crianças. Em outras palavras, a visão alterada faz com que elas fiquem desatentas, agitadas e desenvolvam dificuldade para aprender.

Como solução, Marcela Trópia destinou R$ 1.3 milhão em emendas parlamentares para promover o atendimento oftalmológico para todas as crianças e adolescentes das escolas públicas. A iniciativa da vereadora Marcela vai garantir exames de vista para 100 mil alunos do ensino fundamental e médio da rede municipal de Belo Horizonte.

Saiba mais sobre o Mutirão Oftalmológico

 

Saúde mental

A readaptação que as crianças estão vivendo ao ensino presencial tem prejudicado e pressionado a sua saúde mental. A vereadora Marcela Trópia afirma que recebeu diversos relatos de estudantes com depressão, ansiedade e de terem vivenciado situações de violência nas escolas.

Além disso, Trópia destaca que grande parte das escolas de Belo Horizonte não está preparada para lidar com a saúde mental das crianças. 

Buscando enfrentar esse problema, Marcela Trópia realizou uma audiência pública com representantes do Vozes da Educação, consultoria técnica especializada em inteligência educacional. Representantes de outras entidades também participaram do debate, como psicólogos e membros da Secretaria Municipal de Educação de Londrina.

Ainda em relação à saúde mental dos alunos, Trópia apresentou emenda à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para garantir destinação de recursos para cumprir a Lei Nacional 13.935/2019, que prevê que as escolas devam oferecer serviço de psicologia e assistência social

 

Tecnologia nas escolas

O mandato da vereadora Marcela Trópia identificou que a compra de equipamentos para professores e alunos durante a pandemia ocorreu de maneira lenta e ineficiente.

Até o fim de 2021, os alunos da rede pública municipal não tinham recebido nenhuma aula online porque a compra dos quase 50 mil tablets terminou apenas em dezembro do mesmo ano.

Marcela Trópia cobrou que a Secretaria de Educação criasse um planejamento adequado para o uso dos equipamentos adquiridos. Além disso, apresentou pedido de informação sobre as medidas que a Prefeitura tomou para fortalecer a infraestrutura tecnológica nas escolas e apresentou emendas à LDO para garantir a execução das ações de aprimoramento do uso de tecnologia nas escolas.

 

Projetos de Lei

 

Transparência nas escolas 

Um dos valores que a vereadora Marcela Trópia acredita é na transparência no setor público, pois permite a fiscalização dos serviços pela população e contribui para que a política pública seja mais eficiente. O projeto, sancionado no dia 25 de maio pelo Prefeito, ainda permite que a comunidade escolar possa acompanhar a parte financeira das instituições e fiscalizar como os jovens estão sendo formados pelas escolas. 

 

Matrícula de irmãos

Em parceria com os vereadores Nikolas Ferreira, Reinaldo Gomes Preto Sacolão e a vereadora Professora Marli, o projeto – que já virou lei – foi feito para garantir o direito de irmãos estudarem na mesma escola, segundo Marcela Trópia.

 

Adote uma Escola

O projeto da vereadora Marcela Trópia foi apresentado para permitir que a comunidade escolar possa adotar escolas para melhorar suas estruturas.

Segundo Trópia, “Muitas empresas possuem programas de responsabilidade social e se interessam por investir em projetos que beneficiem a sociedade, e isso inclui promover avanço na educação da cidade”.

 

Escola Feliz

O projeto da vereadora Marcela foca em combater o abandono e a evasão escolar. Já foi sancionado como lei e define 5 princípios e 15 diretrizes para a política pública educacional no município, focados em desenvolver programas, ações e articulação entre órgãos públicos que possam estimular os estudantes a permanecerem na escola.

Uma das diretrizes estabelecidas pelo projeto é a expansão do número de escolas com ensino integral.

Saiba mais sobre os projetos de lei da vereadora Marcela Trópia

 

Mandato da educação em Belo Horizonte

Educação é prioridade para o mandato da vereadora Marcela Trópia. A vereadora tem buscado, desde o início do mandato, usar a influência e prerrogativas de ser a Presidente da Comissão de Educação para fiscalizar as ações da Prefeitura e da Secretaria Municipal de Educação.

 

Veja também

Vereadora Marcela Trópia - Partido Novo

Av. dos Andradas, 3100, Gabinete B308

Santa Efigênia, BH/MG

Email: contato@marcelatropia.com.br

Telefone: (31) 3555-1168 / (31) 97177-8112 (WhatsApp)